Menu


Moradores reclamam de lixo no cemitério Vila Nova Cachoeirinha

28 JUL 2017
28 de Julho de 2017
Imagem enviada por moradora da Rua Mendonça Júnior mostra lixo acumulado no terreno do cemitério

Nossos vizinhos, moradores da Rua Mendonça Junior, no entorno do Cemitério da Cachoeirinha nos enviaram denúncias sobre acúmulo de lixo no terreno do cemitério, covas (gavetas) abertas por longo período e proliferação de mosquitos.

O Guia Imirim entrou em contato com a administração do cemitério e a assessoria de imprensa da prefeitura para entender a situação e cobrar as providências necessárias.

O Cemitério da Cachoeirinha, por ser o 2º maior cemitério público da cidade de São Paulo, atrás somente do Cemitério da Vila Formosa na Zona Leste, funciona como uma fábrica com produção em grande escala, chegando a fazer até 25 sepultamentos num único dia.

Em visita ao cemitério não encontramos o mesmo cenário das fotos que recebemos da nossa vizinha, apenas uma quantidade menor de lixo acumulado, que não se tratava de lixo de exumação e, de acordo com a administração, seria retirado nos próximos dias.

Imagem registrada pelo Guia Imirim na quinta-feira (27).

Receba as nossas novidades no WhatsApp.
Clique aqui e informe o seu número.

O Serviço Funerário do Município de São Paulo nos enviou o seguinte esclarecimento através de nota: 

“O contrato feito pela gestão anterior com as empresas que fornecem as caçambas de exumação e fazem o recolhimento do lixo não previa o período de limpezas de gavetas do Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, que é maior de abril a agosto. Por este motivo, a atual gestão do Serviço Funerário fez um aditivo ao contrato para reforçar a limpeza nos meses de maior demanda”.

E reiterou que: “A equipe do Departamento Técnico de Cemitérios irá apurar as denúncias e agendar novo mutirão no cemitério Vila Nova Cachoeirinha, para recolhimento de lixo, como vasos de flores deixados pelos familiares, além da poda de mato, em uma ação feita em parceria com a empresa terceirizada responsável pela zeladoria de áreas verdes”.

É importante cobrarmos as providências e, caso haja novas ocorrências, registrá-las através do telefone 156 (Portal de Atendimento da Prefeitura de São Paulo) ou pelo 3396-3800 que é contato do Serviço Funerário do Município de São Paulo.

Leia também:

Voltar