Menu


Dia do Coração: 10 dicas para viver mais

28 SET 2017
28 de Setembro de 2017

O mês de setembro talvez por marcar o início da primavera se tornou um mês de muitas cores, especialmente, quando o assunto são causas que precisam chamar a nossa atenção.

 

Além do “Setembro Amarelo” pela prevenção ao suicídio e do “Setembro Azul” pela inclusão dos surdos celebramos nesse mês, o “Setembro Vermelho” para chamar a atenção à saúde e as doenças do coração.

 

Como dia 29 de setembro é o “Dia do Coração”, a campanha idealizada pelo Instituto Lado a Lado tem por objetivo ensinar a população a cuidar melhor desse órgão vital, já que 1 em cada 3 brasileiros morre por problemas no coração e no sistema circulatório.

 

São 350 mil óbitos por ano, sendo o derrame a principal doença, seguida por infarto e pressão alta.


E, como o Guia Imirim está sempre preocupado com o bem estar e saúde dos nossos Vizinhos preparamos uma lista com 10 dicas para tornar a vida mais saudável.

 

1) DIMINUA O SAL: O uso do sal em excesso proporciona o aumento da pressão, além de ser causa importante para outras doenças do sistema cardiovascular. Por isso, evite deixar o sal sobre a mesa durante as refeições;

 

2) NÃO SE ESTRESSE: O estresse emocional aumenta os níveis de pressão e é um fator de risco de doenças cardíacas. Respire fundo, conte até dez e lembre que o stress só faz mal a você mesmo;

 

3) FAÇA ATIVIDADE FÍSICA: Quando você faz exercícios com frequência, o coração trabalha com mais eficiência. O sangue flui melhor e as artérias e vasos ficam mais flexíveis e saudáveis. Pega essa “Engenheiro” e vai caminhar, Vizinho!

 

4) NÃO FUME: Se você fuma, corre um risco - no mínimo, três vezes maior - de sofrer um infarto agudo do miocárdio em relação a pessoas que não fumam.

 

5) CUIDE DO SEU PESO: A obesidade aumenta o risco de uma pessoa morrer por doenças relacionadas ao coração. Isso porque ela causa uma série de alterações no metabolismo e favorece doenças como hipertensão, colesterol alto e diabetes. Fique de olho na circunferência abdominal, o ideal para mulheres são 88 cm e 102 cm para os homens;

 

6) ALIMENTE-SE BEM: Prefira uma alimentação balanceada, evitando o sódio, gorduras trans e saturadas. Alimentos com fibras e antioxidantes aliados à prática de exercícios são fundamentais para a saúde do seu coração e do seu corpo como um todo. Descasque mais e desembrulhe menos;

 

7) CHEQUE SEMPRE A PRESSÃO: Medir a pressão arterial é a maneira mais fácil de detectar a hipertensão. Pessoas de todas as idades devem verificar os níveis, pelo menos, uma vez ao ano. O diagnóstico precoce é importante para o controle da doença;

 

8) CUIDE DO COLESTEROL: Ele é um dos principais fatores de risco para o coração, pois pode causar acúmulo de gordura nas artérias dificultando a passagem do sangue pelo corpo. E, fique ligado, peso corporal não tem a ver com colesterol: pessoas magras podem ter colesterol alto e vice-versa. Faça exames periodicamente!

 

9) DURMA BEM: Quem dorme menos de cinco horas por dia têm 30% a mais de risco de desenvolver doenças cardíacas do que aquelas que dormem oito horas. Não dormir bem resulta na compressão dos vasos sanguíneos e no aumento da pressão arterial. Também afeta a regulação do açúcar no sangue, que contribui para o desenvolvimento de doença vascular, que pode levar a doenças cardíacas;

 

10) CUIDE DA SAÚDE BUCAL: Pesquisas mostram que as bactérias provenientes da má higiene bucal podem entrar na corrente sanguínea e chegar até o coração. E elas proliferam-se, podendo ocasionar diversas doenças cardíacas, desde arritmia até a endocardite bacteriana.

 

Cuide do seu coração e daqueles que você ama!

 

Compartilhe cuidado e saúde!

 

Se quiser mais informações é só acessar o site do Instituto Lado a Lado (http://www.ladoaladopelavida.org.br/)

Leia também:

Voltar