Menu


Primeiro bullying do Imirim

01 FEV 2016
01 de Fevereiro de 2016

O termo inglês bullying é usado para designar agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva a uma pessoa ou grupo. O mais comum, por exemplo, são as piadas e apelidos colocados em pessoas acima do peso, migrantes ou estrangeiros, entre outros aspectos.

 

O Imirim tem uma forte ligação com a cultura indígena, a começar pelo nome que vem do tupi guarani e significa “pequeno rio”. Não só o nome do bairro faz menção aos povos indígenas, como há relatos de que em épocas remotas estas terras foram habitadas por tribos indígenas e, alguns índios, aqui permaneceram até as primeiras décadas do século passado, dizimando-se ou assimilando os novos costumes, através da aculturação ou socialização.

Até os anos 1950 existiu, próximo à antiga rua Olaria, uma ruína de oca, feita de troncos e ripas de coqueiro, grande, com grossas paredes. Também até os anos 1960 os habitantes do Imirim eram chamados de “índios” e isso ocasionava constantes brigas entre nossas crianças ou adolescentes com as de outros bairros próximos. O próprio bairro recebeu o codinome de “Terra dos Índios” e era gravado nos bancos de ônibus antigos à canivete pelos mais audaciosos ou vândalos.

 

Pois bem, se pensarmos em diversas ações que o homem tido como “civilizado” anda provocando não só com o meio ambiente, mas também com seus semelhantes, ser chamado de índio hoje em dia deveria ser motivo de orgulho.


Colaboração: Alba Cardoso Damasceno

Leia também:

Voltar