Menu


Rua Benta Pereira

27 ABR 2017
27 de Abril de 2017

Benta é reconhecida como heroína, por ter invadido aos 73 anos junto com seus familiares, a Câmara de Vereadores para lutar por conta dos altos impostos da época, além de não aceitar o infringimento dos viscondes nas delimitações das suas terras.

 

A fazendeira fluminense articulou o grupo responsável pelo Levante da Câmara, ocorrido em 21 de maio de 1748, quando um grupo de campistas invadiu a Câmara contra o domínio dos Assecas.

 

“Ela se destacou como uma mulher muito à frente do seu tempo, uma heroína que defendeu suas propriedades e sua família. Talvez tenha ocorrido um grande entusiasmo na hora de retratá-la, pois no levante ela tinha em torno de 73 anos”, diz a historiadora Ismênia de Lima Martins.

 

Patrícia Penna, historiadora que defendeu uma tese sobre Benta Pereira em sua pós graduação em História Social, falou sobre a participação de toda a família da campista no levante: 

“Os relatos históricos revelam que Benta foi o ‘cérebro’ do movimento enquanto Mariana Pereira, sua filha, foi a força e a coragem de bater de frente. Isso fica claro quando Mariana é a única mulher sentenciada no meio de vários homens julgados pelo ato”, explicou.


Fonte: G1 do norte fluminense


Conheça a história do nome de outras ruas

Voltar